CONTEÚDO CIENTÍFICO

Acupuntura no SUS

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) constitui um campo de conhecimento na área da saúde, reconhecido pela Organização Mundial de Saúde – OMS, que vem realizando várias iniciativas...

Acupuntura no Tratamento de Lesões Esportivas

Pesquisas realizadas em diversas modalidades esportivas tais como tênis, futebol, ginástica artística, capoeira, balé e jiu-jitsu, constataram que o desempenho fica comprometido pela presença da dor.

Tratamento da Dor com Laser Acupuntura

Os distúrbios músculos esqueléticos vêm tendo grande aumento nos últimos anos, devido a inúmeros fatores entre ocupacionais e posturais. Muitas vezes, esse tipo de patologia...

CONTATO E LOCALIZAÇÃO


Rua Londrina, 470 - Sala 52

Rudge Ramos

Telefone: (011) 3423-6989

ACUPUNTURA

o que é acupuntura

O QUE É ACUPUNTURA

É uma técnica da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) que trata as desarmonias energéticas. Para a MTC, doença é o desequilíbrio entre as energias Yin / Yang do organismo. Através de uma avaliação minuciosa e diagnóstico energético, são aplicadas agulhas muito finas, em pontos específicos do corpo humano, a Acupuntura remove obstruções dos canais de energia, tonifica as deficiências ou dispersa os excessos promovendo o reequilíbrio energético, devolvendo a saúde e bem-estar físico, emocional e espiritual. Para a MTC corpo-espírito é uma entidade única e assim deve ser tratada.

A OMS publicou uma lista de doenças tratáveis com Acupuntura entre elas dores musculares e articulares, hérnias de disco, disfunções da ATM, neuralgia do trigêmio, dores orofaciais, artrite, artrose, enxaqueca, cólicas menstruais, TPM, asma, bronquite, rinite, sinusite, gastrite, constipação e diarréia, insônia, problemas emocionais diversos, depressão, desintoxicação, tabagismo, entre outras.

BENEFÍCIOS DA ACUPUNTURA

A Acupuntura tem se mostrado um tratamento eficaz em pacientes cujos sinais e sintomas não foram curados, ou ao menos controlados com as práticas medicamentosas comuns. É importante também, para os pacientes que não encontraram explicação fisiopatológica para seus problemas de saúde na medicina convencional, mas que são perfeitamente compreensíveis sob o prisma da Medicina Tradicional Chinesa.

A Acupuntura mostrou-se eficiente também, nos pacientes que apresentam intolerância medicamentosa ou com contra-indicação a intervenções cirúrgicas ou ainda, naqueles cuja associação entre as práticas medicamentosas com Acupuntura levam à solução após anos e anos de tentativas.

A grande quantidade de remédios prescrita por especialistas diversos faz com que o paciente acabe sofrendo com os efeitos colaterais e adversos da medicação química. A Acupuntura vem ganhando importância nos últimos anos devido a grande quantidade de trabalhos científicos que apresentam evidências comprovadas com resultados positivos, tanto para problemas físicos quanto emocionais e psicológicos e sem causar dependência nem os indesejáveis efeitos colaterais.

A Medicina Tradicional Chinesa entende o universo em sua integridade e a interação com a natureza, assim, o ser é visto como um todo (unidade). No ser humano saúde é equilíbrio e harmonia energética, sendo a doença um desequilíbrio entre as energias Yin e Yang do organismo. O grande sucesso do tratamento com Acupuntura é porque ela trata o paciente integralmente e não somente o segmento que apresenta o sintoma.

Através da avaliação minuciosa para identifica-se os meridianos (canais energéticos) acometidos, elabora-se o diagnóstico energético e a partir dele elege-se a melhor técnica (acupuntura, moxabustão, auriculoterapia, eletroacupuntura, laseracupuntura, ventosaterapia, e terapia floral) com o objetivo de promover ou restaurar o suave fluxo de energia que percorre e nutre o organismo. Essa técnica tem a finalidade de, além de expulsar as "energias perversas" que podem invadir o corpo, promover a mobilização, a circulação e o fortalecimento das energias humanas restituindo-lhe a saúde.

Independentemente da modalidade terapêutica selecionada para o paciente, o fechamento do padrão sindrômico, ou seja, o correto diagnóstico energético, a combinação ideal dos acupontos e a localização precisa destes pontos feita por profissional competente são indispensáveis para o sucesso do tratamento.

A HISTÓRIA DA ACUPUNTURA

A Medicina Tradicional Chinesa é uma prática milenar originária da China. Ela vem sendo usada com finalidades preventiva e terapêutica desde a Idade da Pedra, quando as agulhas usadas eram de pedra, ossos ou espinhas de peixe.

A civilização Chinesa tem uma característica fundamental que é a observação, aliada à dedicação e experiência acumulada que foi passada de geração a geração, sobre a interação entre o ser humano, seus estados de saúde com relação às mudanças da natureza. O inverno com seu clima frio está associado a certas doenças, da mesma forma o calor do verão, a umidade dos tempos chuvosos da canícula, os ventos da primavera e a secura do outono.

Doenças sazonais acometem certas pessoas com as características, também associadas aos ciclos da natureza, estas pessoas devem tratar-se e prevenir-se daqueles fatores patogênicos associados à sua susceptibilidade.

Os antigos chineses observando a natureza concluíram que tudo que nela existe é composto de dois aspectos essenciais que se completam e se mantém em equilíbrio dinâmico denominados Yin e Yang. Através deste aspecto formularam a teoria de harmonia do universo, onde o Yang (positivo) só existirá na presença do Yin (negativo) e vice-versa, ou seja, só existe o Calor porque existe o referencial do Frio.

Só é possível entender o que é escuro quando se conhece a luz. Assim, a Medicina Tradicional Chinesa visa diagnosticar as alterações do equilíbrio Yin/Yang e através deste diagnóstico a terapêutica é dirigida no sentido de restabelecer este equilíbrio energético do corpo humano e assim restabelecendo a saúde.

A energia proveniente dos órgãos e vísceras circulam em canais energéticos (meridianos) levando a nutrição a todos os tecidos e células do corpo. A estagnação ou obstrução do fluxo energético, interfere no metabolismo celular comprometendo as funções dos órgãos e vísceras produzindo o desequilíbrio que gera as doenças e dores.

Através da Acupuntura, estimula-se os acupontos que são regiões da pele onde existe uma grande concentração de terminações nervosas sensoriais ligadas intimamente com nervos e vasos sanguíneos, tendões, periósteos e cápsulas articulares.

Sua estimulação possibilita acesso direto ao Sistema Nervoso Central. As combinações de acupontos produzem reações neurofisiológicas causadas pela inserção da agulha, como a produção de substâncias endógenas como endorfinas, serotonina e outras que promove a cura das doenças e o retorno à normalidade e bem estar.

Contatos

  • Rua Londrina, 470
  • Rudge Ramos
  • São Bernardo do Campo
  • 11 3423-6989
  • Fique sempre conectado!

    Siga a Acupuntura e Ponto Final nas principais redes sociais e fique sempre atualizado das últimas novidades!

  • © Copyright - Acupuntura e Ponto Final - Todos os Direitos Reservados - 2013